Documentário

A comunidade quilombola da Laranjeira, no município de Igrapiúna, baixo sul da Bahia, é dotada de tradições e práticas culturais ancestrais, como danças e cantos da Zabelinha e o Enrolador; artesanato à base de cipó, como cestos, panacuns, manzuás e samburá; além das práticas agrícolas estabelecidas com base na relação entre cultura e meio-ambiente. Durante o projeto “Comunidade da Laranjeira: Memória Quilombola no Baixo Sul da Bahia”, foi possível multiplicar, por meio de oficinas realizadas por pessoas da comunidade, e registrar um pouco dos saberes e fazeres por meio deste documentário.

Esse material servirá de apoio ao ensino de história e cultura afro-brasileiras (Lei 10.639/03), contribuindo com o fomento à pesquisa e à divulgação de informações referentes à Laranjeira, como forma de preservação da memória e da cultura de matriz afro-brasileira no Território do Baixo Sul da Bahia.

Este projeto foi selecionado no Edital Setorial de 2016 e tem apoio financeiro do Governo do Estado, por meio do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Centro de Culturas Populares e Identitárias e Secretaria de Cultura da Bahia. Teve apoio do Centro de Documentação e Memória Regional da Universidade Estadual de Santa Cruz (CEDOC/UESC), da Secretaria de Educação de Igrapiúna e do Núcleo Territorial de Educação (NTE) 6. Acesse a cartilha e mais informações em www.quilombolasdalaranjeira.com.br

Ficha técnica

Coordenação Geral – Fernanda Lemos

Produção – Raphael Ribeiro

Coordenação Artística – Leila Silva

Coordenação Pedagógica – Sônia Queiroz

Articulador Cultural – Martinho Conceição